Receita de sopa PANC com tamu e picão

Sabe aquela planta chata que gruda na calça? Botamos ela numa sopa com Tamu, uma super batata!

De fato a gente aproveita muito mal a biodiversidade. Inclusive, muitas plantas são mal compreendidas e por isso eram importantes estes registros que fizemos sobre as plantas alimentícias não convencionais (PANCs). Um mato super odiado é o picão, aquele que gruda na calça e nos cadarços do tênis ao entrarmos no mato. O que poucos sabem é que suas folhas são comestíveis e nutritivas! Então, na receita abaixo, misturamos o Tamu, uma batata super bombada de nutrientes, com o Picão preto e branco e voilà, está pronta nossa sopa PANC!

Atenção! Evite colher PANCs em calçadas, ruas, ou locais de alto tráfego. Prefira sempre as plantas de hortas urbanas, ou mesmo as que você plantou em casa. Evite plantar próximo de postos de gasolina, ou de estabelecimentos que usam muitos produtos químicos. Saiba o histórico do terreno, para saber se há contaminação no solo. Não consuma flores compradas em vasos do supermercado ou de floristas, pois estas podem conter agrotóxicos que não são para consumo. Se tiver dúvidas se uma planta é ou não comestível, procure antes na internet. Clique para saber mais.

INGREDIENTES
◆300g de cenoura em rodelas;
◆300g de tamu;
◆Picão preto e branco;
◆4 dentes de alho;
◆2 a 3cm de gengibre sem casca;

Fazer a sopa é muito fácil. Basta misturar todos os ingredientes já cortados na panela de pressão, cobrir com água e cozinhar por aproximadamente 20 minutos. Pronto, só aproveitar e se encantar com mais essa receita PANC!

PANC E POLUIÇÃO
Temos neste episódio um vídeo extra para lá de especial. Para provar nossas receitas, sempre chamamos alguém por perto para experimetar e comprovar ao público se o prato é gostoso ou não. Dessa vez, chamamos a Professora Associada do Departamento de Patologia da Universidade de São Paulo, Thais Mauad.

O motivo do convite é que, além dela ser uma hortelã urbana de mão cheia, uma verdadeira ativista da prática ambiental, a Prof. Thais desenvolve uma importante pesquisa para saber quanto a poluição atmosférica influência e contamina com metais pesados os alimentos cultivados dentro da cidade.

PANC são Plantas Alimentícias Não Convencionais. Geralmente nascem de forma espontânea, muitas vezes confundimos com pragas, ervas daninhas, mas elas podem ser muito boas para integrarmos em nossa alimentação. Têm altos valores nutricionais, fazem parte da cultura popular (atualmente um pouco esquecida) e podem representar economia para seu bolso. Por serem nativas ou bastante adaptadas ao clima local, são fáceis de cultivar.

Este é nosso último episódio desta temporada especial com o Gui Ranieri e seu site Matos de Comer. Esperamos que em breve possamos realizar mais! Então ajude-nos a divulgar, curta e compartilhe 😉

Inscreva-se em nosso canal, curta nosso Facebook. Nos vemos lá!